Gravar video com a webcam no Ubuntu

Para gravar um video (com som) com a webcam basta escrever a seguinte instrução na linha de comandos.

Minimizar Evolution para a barra de tarefas

Uma das coisas que me irrita acerca do Evolution é o facto de não se minimizar na barra de tarefas. Com devilspie podemos forçar esta acção.

Para tal devemos seguir os seguintes passos, substituindo ‘eloi’ pelo nome do utilizador:
Instalar devilspie e criar uma pasta para guardar os seus ficheiros.

Criar o ficheiro evolution.ds. Executar a seguinte instrução na mesma linha.

Arrancar devilspie.

Já está a funcionar. Agora falta adicionar devilspie ao arranque do sistema para que não seja necessário executar-lo manualmente cada vez que iniciamos a sessão.

Mover /home para a uma partição independente em Ubuntu

Quando instalamos Ubuntu temos a opção de particionar o disco e deixar o sistema operativo na partição root ‘/’ e os nossos documentos na partição ‘/home’. Se optamos por deixar tudo na mesma partição, mais tarde, podemos alterar essa situação sem necessidade de reinstalar todo o sistema. Isto foi o que me passou e deixo aqui os passos necessários para realizar esta tarefa.

Passo 1: Copia de segurança.

Passo 2: Adicionar um novo disco ou com Gparted criar uma partição para /home.

Passo 3: Criar uma pasta, montar ai a recém criada partição ou disco e mudar o dono da pasta. Atenção, será necessário alterar ext4, sda2 e eloi pelo sistema de ficheiros, partição e utilizador que vão usar, respectivamente.

Passo 4:  Ir à pasta /home e copiar com a instrução find e cpio todo o conteudo de /home para a nova partição. Quando terminar a copia devemos verificar que está tudo bem copiado e logo desmontar a nova partição.

Passo 5: Alterar o nome da pasta /home, criar uma nova e montar ai a nova partição.

Passo 6: Editar fstab e adicionar a instrução para que monte /home no arranque do sistema.

E adicionar a seguinte linha:

Passo 7: Reiniciar o sistema e se tudo está a funcionar como deve ser, apagar a antiga /home.

Terminado.

Clonar disco duro com Ubuntu

Depois de uns dias com um script a importar dados LiDAR para a base de dados PostgreSQL fiquei com o disco cheio. A solução encontrada foi clonar este disco para outro com maior capacidade. Deste modo pouparia o esforço de reinstalar e reconfigurar todo o sistema operativo num novo disco. Para realizar esta tarefa usei uma aplicação chamada dd. Esta pequena aplicação clona todo o disco, com isto quero dizer que não só copia a informação mas também as partições que contem. Depois da clonagem foi necessário redimensionar as partições com GParted, uma vez que ficaram do mesmo tamanho que as do disco de origem, com o qual sobrou espaço que não queria desaproveitar.

Para realizar esta tarefa é necessário um novo disco duro e um live CD de Ubuntu (CD de instalação). Os passos realizados foram os seguintes:

Passo 1: Realizar uma copia de segurança.

Passo 2: Abrir a carcaça do CPU e colocar o novo disco com maior capacidade como slave.

Passo 3: Reiniciar o computador com o live CD de Ubuntu.

Passo 4: Verificar qual o disco de origem e o de destino. Para isso abrir a consola e escrever.

No meu caso tenho como resultado: Disco /dev/sda: 80 GB…Disco /dev/sdb: 250 GB…

Passo 5: Executar a clonagem.

if’ significa input file e ‘of’ output file. ‘sda’ é o disco que está cheio e ‘sdb’ o disco novo.

Passo 6: Abrir GParted e redimensionar as partições.

Passo 7: Apagar o computador, abrir a carcaça do CPU retirar o disco cheio e colocar o disco clonado no lugar deste.

Passo 8: Iniciar o computador e comprovar que tudo funciona como de esperado.

E já está, tudo como antes mas num disco de maior capacidade!

Instalação de PostgreSQL + PostGIS em Ubuntu 10.4

Partindo do principio que temos adicionado às nossas fontes de software o repositório de UbuntuGIS (ver entrada anterior), procedemos à instalação de PostgreSQL 8.4, PostGIS 1.5 e pgAdmin III.

Mudamos a senha do utilizador postgres no gestor de base de dados. Este utilizador tem todos os privilégios para administrar a base de dados.

Mudamos novamente a senha do utilizador postgres no sistema operativo, para que sejam iguais.

Criamos outro utilizador, com o mesmo nome que usamos no sistema operativo, no meu caso eloi, mudar pelo vosso utilizador. Este utilizador será para um uso corrente da base de dados e assim evitar o uso do utilizador postgres (superuser) para as tarefas comuns.

Executamos o script adminpack.sql para adicionar novas funcionalidades a pgAdmin III.

Agora vamos criar uma base de dados espacial como modelo, com o nome de postgis, para a partir de esta poder criar outras bases de dados espaciais mais facilmente. Vamos adicionar-lhe a linguagem de programação plpgsql e executar dois scripts: postgis.sql que vai criar todas as funções de PostGIS e spatial_ref_sys.sql que criará a tabela spatial_ref_sys no esquema public com todos os Sistemas de Coordenados suportados.

Finalmente criamos a base de dados que vamos dar uso, a partir da base de dados modelo (postgis), que criamos no passo anterior. Com a opção -U definimos o dono e com -T (de template) definimos a base de dados modelo seguido do nome da nova base de dados, por exemplo geodatabase.

Personalizando o novo Ubuntu 10.4

Adicionar novas fontes de software:

Instalar novos programas:

Instalar programas não disponíveis nos repositórios:

– Dropbox.

Executar, reinicio a sessão, vou a Aplications -> Internet -> Dropbox -> Aceitar.

– Picasa.

– Jdownloader.

– gvSIG.

Personalizar alguns aspectos do sistema:

– Desactivar a confirmação de apagado.
Alt+F2 e gconf-editor, ir a apps -> indicator-session. Selecionar ‘supress_logout_restart_shutdown’.

– Desactivar o som de login.

– Desactivar o som de inicio de sessão.
System -> Preferences -> Startup Aplications -> E desactivar ‘Gnome login sound’.

– Auriculares sem som.

Mover com as setas até ‘MM’, pressionar a tecla ‘M’, e passará a ’00’.

– Ver em modo texto o percurso das pastas em vez de botões na barra superior do Nautilus.
Alt+F2 e gconf-editor, ir a apps -> nautilus -> session -> preferences -> E activar ‘always_use_location_entry’.

Resolvendo alguns problemas:

Touchpad edge scrolling não funcionava.

– Computador não se apaga e a ligação HDMI com a TV não funciona.
System -> Administration -> Hardware Drivers e instalar o driver proprietário recomendado.

Como fazer uma captura de video do desktop com Ubuntu

ou

pdftk – pdf toolkit

Juntar vários pdf’s.

Extrair da pagina 10 à 14.

Combinar paginas de vários ficheiros.

Mais exemplos na pagina oficial do projecto pdftk.